A principal revista eletrônica de Arquitetura Paisagísticado Brasil !

Plantando na Cidade é tendência nas metrópoles


0.0.0_plantando_cidade_10

Com objetivo de promover a sustentabilidade, que visa  o equilíbrio econômico, social e ambiental, o Plantando na Cidade é um resgate cultural, pois permite que as pessoas plantem temperos e folhas em lugares pequenos e sem iluminação solar constante, da mesma maneira que antepassados faziam em grandes quintais.Além dos telhados, as hortas podem ser criadas em diferentes locais,  como em quadras poliesportivas e pátios escolares, sacadas e áreas de serviço de apartamentos.

0.0.0_plantando_cidade_49

Idealizado pelo engenheiro agrônomo Marcos Victorino, professor da Faculdade, e voltado para o Curso de Agronomia da Faculdade Cantareira, o Projeto também atua diretamente nos hábitos alimentares ao proporcionar uma alimentação mais saudável.

0.0.0_plantando_cidade_16

“Nas escolas, uma das ações do Projeto consiste em ensinar as crianças, de maneira lúdica, a prepararem saladas e a comerem tudo o que foi produzido por elas”, explica Victorino.

0.0.0_plantando_cidade_31

Ainda de acordo com ele, diante de solicitação, o Projeto é implantado gratuiramente em instituições, empresas e escolas. Victorino informa ainda que o Plantando na Cidade não é paternalista.

0.0.0_plantando_cidade_1

Ou seja,  o processo é implantando,  as instruções são dadas, o acompanhamento é feito até a primeira colheita e depois, cabe aos reponsáveis o cuidado com a horta. “Nas escolas, por exemplo, deixo para professores e alunos a responsabilidade de prosseguirem com o cultivo”, comenta.

0.0.0_plantando_cidade_19

O Projeto promove ainda a acessibilidade ao permitir que pessoas de todas as idades, condições físicas e financeiras vão até a horta. Isso acontece porque as hortas são plantadas de acordo com a necessidade e exigência de cada lugar e cada usuário.  Ele ainda explica que a horta tem que estar na altura do umbigo de quem vai cuidar dela e nas escolas, por exemplo, ela tem que estar adequada aos alunos e não aos professores.

0.0.0_plantando_cidade_18

De acordo com Victorino, os cadeirantes podem manusear a horta em suas cadeiras e não precisam sentar no chão em decorrência da maioria das hortas que são muito baixas. “Os idosos que muitas vezes não conseguem se abaixar para plantar ou colher, podem cuidar de suas hortas tranquilamente, devido às adaptações feitas”, informa Victorino.

0.0.0_plantando_cidade_2

Neste ano, o Projeto também visa a mobilidade, com a inclusão de rodinhas nas telhas e a outros recipientes, como tambores e cestos. “2012 é o ano da sustentabilidade e temos que  conscientizar as pessoas sobre a importância de se ter uma horta em casa”, avalia Victorino.

0.0.0_plantando_cidade_17

Outras vantagens do Projeto é que a horta não aumenta a carga de peso no telhado, dispensa o processo de impermeabilidade, minimiza o calor e aumenta a quantidade de oxigênio no ambiente.

Mais informações: www.cantareira.br / tel.: (11) 2790-5900.


Publicidade

Revista Paisagismo em Fogo © 2021. Todos direitos reservados. Por Go Up Publicidade