Uma inovação que seria talvez para uso de fissurados em games e possivelmente visto por outros como algo que interessaria a tolos é ferramenta de trabalho de alta-tecnologia para mercados de paisagismo, arquitetura, decoração e turismo.


As empresas estão, cada vez mais, investindo em soluções verdes com o objetivo de contribuir para a diminuição dos impactos ao Meio Ambiente. O curioso é que os benefícios vão muito além da preservação. Um estudo realizado pela Universidade de Queensland, na Austrália em setembro de 2014, aponta que um escritório decorado com plantas pode aumentar em até 15% a produtividade, melhorar a satisfação e a qualidade de vida dos colaboradores.


Jardins verticais cada vez mais estão aflorando como opção paisagística na arquitetura do mundo inteiro. Tendência que cresce principalmente em conjunto com a indústria da construção civil atenta à sustentabilidade, mas também como uma opção mais amistosa à interação urbana, que opte por mais verde, até mesmo em espaços inusitados como paredes, colunas, decks elevados, etc.


Nessa minha coluna, irei falar sobre revestimentos, um item muito importante na hora de compor ambientes paisagísticos com design e sofisticação e que merece especial atenção na hora de projetar.


Cada vez mais os espaços dos apartamentos estão diminuindo, mas isso não é mais motivo para deixar de ter um cantinho verde em casa. Quem gosta de plantas e flores e não abre mão disso em casa, uma boa solução são os jardins verticais. 


Página 1 de 2

Publicidade