A principal revista eletrônica de Arquitetura Paisagísticado Brasil !

Conheça a trajetória de sucesso dos irmãos gêmeos e paisagistas Luiz Felipe e Luiz Gustavo


- O que não pode faltar em um bom projeto de paisagismo?

Cobertura_em_Perdizes_irmaos_gemeos_2

Magnífico projeto de paisagismo em uma cobertura no bairro de Perdizes / SP

 Como arquitetos, acreditamos que o maior erro no paisagismo é elaborar um projeto sem levar em conta o estilo arquitetônico do local, portanto, o que não pode faltar de forma alguma em um bom projeto, sem dúvida é o estudo sobre o ambiente, levando em conta os seus usuários.

- De que forma vocês avaliam o mercado nacional de paisagismo?

 O mercado nacional de paisagismo é amplo, mas não é muito difundido para todas as classes sociais. Ainda não está claro para maioria das pessoas, de que forma atua um paisagista. Somos muito mais que uma simples mão de obra de jardinagem.

- Pode-se dizer que o setor está ‘aquecido’. Por quê?

 Sim. O mercado do paisagismo cresce em conjunto com o mercado imobiliário. Além disso, podemos destacar que o setor está em plena expansão devido à consciencialização da necessidade do verde na vida do ser humano.

- O projeto de paisagismo pode valorizar ainda mais o imóvel ou empreendimento? 

 Tanto em uma residência como em uma área comercial os benefícios são os mesmos, o valor do imóvel sem dúvida alguma é elevado quando o empreendimento possui uma área verde bem projetada.

- Falem sobre as principais tendências do paisagismo?

projeto_cobertura_em_Perdizes

                                    De acordo com os paisagistas, os projetos que                                     contemplam os jardins verticais estão em alta

 Embora o paisagismo deva sempre acompanhar o estilo arquitetônico, este pode variar segundo as tendências da moda. Atualmente, pode-se dizer que está em alta o paisagismo exuberante, explorando muito a verticalidade com o uso de Jardins Verticais.

- De que forma vocês definem o seu estilo de trabalho?

 Eclético. Sempre visando concretizar os sonhos dos clientes com sofisticação, requinte e qualidade.

- Quais foram às principais mostras e feiras que vocês já participaram?

 FiaFlora de 2007, 2009, 2010 e 2011; Casa Cor Trio 2010 e  Casa Cor 2011; EquipDesign 2009 e 2010; Salão de Design de Interiores Amazônia 2010; Expo Lazer 2011, além de mostras de Vitrines das Lojas Florence em 2009 e Ornare em 2011. Todos esses eventos tiveram uma importante repercussão na mídia e foram essenciais para o crescimento de nossa empresa e o fortalecimento de nossa marca no mercado.

Casa_Cor_Trio_projeto_gemeos_1_2010

Projeto assinado pelos irmãos gêmeos foi destaque na Casa Cor 2011

Projeto_fiaflora_2010_projeto_irmaos_gemeos_

                                  Os projetos dos profissionais também estiveram                                   presentes em várias edições da Fiaflora

- Fale sobre a história da Folha Paisagismo, principais projetos e conquistas.

 A Folha Paisagismo começou trabalhando na área corporativa, com construtoras, onde criou e executou mais de oitenta projetos por todo o Brasil. Atualmente, a Folha Paisagismo atua com projetos e execução para Residências, Condomínios, Indústrias, Edifícios Institucionais, Áreas Públicas, Comércios e Stands. Com cinco anos no mercado, atuamos também na área de eventos e mostras de paisagismo nacionais e internacionais. Também somos responsáveis por projetos de grandes empresas como as construtoras Viver, Inpar, PDG e GoldFarb. Além da emissora de Televisão SBT, o Grupo Pão de Açúcar, entre outros.

- De que forma vocês aplicam as práticas sustentáveis em seus projetos?

Expo_Lazer_2011_irmaos_gemeos

Os paisagistas fazem questão de evidenciar os cinco ‘Rs’ da atitude verde

 Atualmente não se pode projetar sem levar em consideração a conservação do meio ambiente. Em nossos projetos usamos plantas e madeiras com procedência legal, uso de iluminação com baixo consumo de energia (led), materiais reciclados e reutilizados, entre outros procedimentos, que visam inclusive, a redução de resíduos, que são ‘vilões’ do meio ambiente. Além disso, evidenciamos ao máximo, inclusive em nosso site, os cinco ‘Rs’ da atitude verde, sendo: 

Casa_Cor_Trio_2010_gemeos_1

"Não se pode projetar sem levar em consideração a conservação do meio ambiente" 

 Replante - Plante uma ou mais árvores, e estimule seus amigos a fazerem o mesmo. Se cada um dentre milhões de pessoas colaborar e plantar pelo menos uma árvore, será possível reflorestar uma área equivalente a um pequeno país na mata atlântica, o que colaboraria para reduzir os efeitos do aquecimento global.

 Reduza - Ao fazer compras, organize-se e saia uma só vez, otimizando o uso do carro. Se cada um reduzir 3,2 quilômetros por mês é possível economizar mais de 1,1 bilhão de litros de gasolina por ano.

 Reuse - No bebedouro, troque os copinhos plásticos pela sua própria garrafa de água, use sacolas ecológicas e reutilize sacolas plásticas. Se cada um utilizar uma sacola plástica a menos por semana, cerca de 230 milhões de litros de petróleo usados no processo de produção serão economizados.

 Recicle – Recicle itens de vidro, metal e papel sempre que possível. Se cada pessoa no mundo reciclar duas revistas por ano, os aterros sanitários deixarão de receber 127 mil toneladas de papel.

 Repense – Pense em como economizar energia facilmente, use lâmpadas econômicas, apague as luzes, tire da tomada aparelhos sem uso. Se cada um entre dez pessoas no planeta tirar da tomada o carregador do celular fora de uso, 63 mil toneladas de CO2 deixarão de ser emitido na atmosfera, o que equivale a tirar mais de 11 mil carros das estradas por um ano inteiro.

- Está em tramitação na Câmara, o Projeto de Lei 2043/2011, sob autoria do deputado federal Ricardo Izar, que consiste na regulamentação da profissão de paisagista no Brasil. Qual a opinião de vocês a respeito do assunto?

 Achamos importante esta regulamentação.

- Em termos de processo de formação e regulamentação do setor, o que deve ser feito para melhorar a profissão de paisagista aqui no Brasil?

 Acreditamos que seria importante a criação de um curso superior de paisagismo, unindo os conhecimentos das faculdades de arquitetura e agronomia. Além disso, seria interessante viabilizar cursos de especialização e pós-graduação para aqueles que já cursaram arquitetura ou agronomia, cursos estes com professores capacitados e que estão ativos no mercado de trabalho.

- Paisagismo ainda é para poucos? Por quê?

 Sim. Pois nem todos têm conhecimento da importância e complexidade de nosso trabalho, porém, esta realidade está sendo ‘lapidada’ e num futuro não muito distante, o paisagismo estará cada vez mais presente na vida de todos.

Luiz_Felipe_e_Luiz_Gustavo_Perfil_divulgacao

Com apenas 25 anos de idade, os irmãos gêmeos Luiz Felipe e Luiz Gustavo são     exemplo de que a carreira de paisagismo pode render um futuro muito promissor    

www.folhapaisagismo.com.br

55 11 3021 6934 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Imagens: divulgação


Publicidade