A principal revista eletrônica de Arquitetura Paisagísticado Brasil !

Paulo Alves assina cenográfica do Fórum Internacional de Arquitetura e Construção e apresenta lançamentos na Expo Revestir 2015


Para o conceito de folhas sobre o chão, Paulo Alves buscou inspiração na cultura popular dos terreiros de Candomblé, que usam como artifício de decoração em dias de festas. É também uma homenagem à Lina Bo Bardi, que em 1959 forrou o chão da marquise do Ibirapuera com folhas para a exposição “Bahia no Ibirapuera”

Estudio Paulo Alves 13

Estudio Paulo Alves 10

Angelo Derenze - Presidente do Grupo Casa Cor

Conhecido pelas peças elegantes e originais, que realçam a nobreza da madeira, o designer apresenta também móveis que revigoram o legado dos grandes mestres do mobiliário moderno brasileiro.

Cadeira Atibainha

Versão sem braço da premiada cadeira Atibaia, a Atibainha é produzida com madeira catuaba, que confere leveza à peça. Com pés em formato de galhos, o assento pode ser em couro, palhinha natural ou em tecido feitos à partir de garrafas PET.

Dimensões: 44 x 82 x 50 cm.

Estudio Paulo Alves 14

Namoradeira Atibaia

Descende da premiada Cadeira Atibaia, sendo a versão de dois lugares da poltrona. Feita em madeira maciça ipê, pode ter o assento em couro, palhinha natural ou em tecido feitos à partir de garrafas PET.

Dimensões: 109 x 74 x 62 cm.

Estudio Paulo Alves 15

Poltrona Celina

Desenvolvida para espaços de leitura, a peça pode ser usada em ambientes domésticos ou corporativos. Delicada, possui os pés inclinados em forma de galhos, com encosto, assento e braço em almofadas, oferecendo mais conforto. Proporciona privacidade para quem gosta de uma boa leitura.

Dimensões: 71 x 120 x 61 cm.

Estudio Paulo Alves 1

Poltrona Gilberto

Combina beleza e conforto. Feita de madeira e estofamento em couro natural ou em tecido feitos a partir de garrafas PET. Os galhos que a sustentam permitem a fluidez do estofamento entre seus vãos além de conferir economia de matéria-prima na sua confecção. O móvel pode ser acompanhado do pufe com a mesma linguagem. O palco do evento, aliás, contará com seis exemplares da poltrona.

Dimensões: 79 x 70 x 65 cm.

Considerado um dos principais nomes do design brasileiro contemporâneo, o designer Paulo Alves leva à Expo Revestir 2015 seus mais recentes lançamentos, apostando no convívio entre culturas diferentes. Da cultura popular, vem a ideia das lâmpadas penduradas para iluminar as peças, além do chão coberto de folhas de Eucalipto; do outro extremo do Brasil, caracterizado pelos palacetes com seus pés direitos de grandes dimensões com as cortinas de tecido.

Para o conceito de folhas sobre o chão, Paulo Alves buscou inspiração na cultura popular dos terreiros de Candomblé, que usam como artifício de decoração em dias de festas. É também uma homenagem à Lina Bo Bardi, que em 1959 forrou o chão da marquise do Ibirapuera com folhas para a exposição “Bahia no Ibirapuera”

Conhecido pelas peças elegantes e originais, que realçam a nobreza da madeira, o designer apresenta também móveis que revigoram o legado dos grandes mestres do mobiliário moderno brasileiro.

Cadeira Atibainha 

Versão sem braço da premiada cadeira Atibaia, a Atibainha é produzida com madeira catuaba, que confere leveza à peça. Com pés em formato de galhos, o assento pode ser em couro, palhinha natural ou em tecido feitos à partir de garrafas PET. 

Dimensões: 44 x 82 x 50 cm.

Namoradeira Atibaia

Descende da premiada Cadeira Atibaia, sendo a versão de dois lugares da poltrona. Feita em madeira maciça ipê, pode ter o assento em couro, palhinha natural ou em tecido feitos à partir de garrafas PET.

Dimensões: 109 x 74 x 62 cm.

Poltrona Celina

Desenvolvida para espaços de leitura, a peça pode ser usada em ambientes domésticos ou corporativos. Delicada, possui os pés inclinados em forma de galhos, com encosto, assento e braço em almofadas, oferecendo mais conforto. Proporciona privacidade para quem gosta de uma boa leitura.

Dimensões: 71 x 120 x 61 cm.

Poltrona Gilberto

Combina beleza e conforto. Feita de madeira e estofamento em couro natural ou em tecido feitos a partir de garrafas PET. Os galhos que a sustentam permitem a fluidez do estofamento entre seus vãos além de conferir economia de matéria-prima na sua confecção. O móvel pode ser acompanhado do pufe com a mesma linguagem. O palco do evento, aliás, contará com seis exemplares da poltrona.

Dimensões: 79 x 70 x 65 cm.


Publicidade