Sou totalmente a favor de plantio com diversidade de espécies, principalmente em reservas florestais, áreas de recomposição vegetal, áreas de preservação permanentes, inclusive fazendo sempre que possível, reinterpretações de ecossistemas, como ensinou o nosso mestre Fernando Chacel em seu livro Paisagismo e Ecogênese.


Estamos numa época em que os “mileniuns” começam a consumir e impor novos valores de comportamento ao mercado imobiliário. Que casais tradicionais optam por não terem descendentes e preferem ter cachorro do que filhos, pois além de ser mais barato garantem amor incondicional.


A inspiração para a concepção da Praça Ayrton Senna do Brasil veio da própria paisagem local. Existia um anel formado por antigas árvores nativas e exóticas. Elas remetiam à roda e também, por serem brasileiras e estrangeiras, ao fato do Senna ser amado no Brasil e no exterior.


Embora a crise tenha afetado bastante, este mercado, acreditamos que o pior já tenha passado. Os ânimos já começam a ser retomados, mas talvez os grandes empreendimentos não tenham mais lugar num futuro próximo.


Desde crianças aprendemos que tudo fica florido na primavera. Embora gostemos de acreditar, isso não é verdade no nosso país tropical. Nossas paisagens de inverno por exemplo, são tingidas de rosa, roxo, amarelo e vermelho pelas florações dos ipês, “primaveras” e mulungus.


Página 1 de 4

Publicidade

Revista Paisagismo em Fogo © 2020. Todos direitos reservados. Por Go Up Publicidade