Avaliação do Usuário

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

0.0.0_plantando_cidade_35

 

Projeto da Faculdade Cantareira promove a sustentabilidade, o resgate cultural e as mudanças de hábitos alimentares

 

A Faculdade Cantareira, instituição de ensino superior que une inovação e tradição ao aprendizado, oferece à comunidade o Projeto Plantando na Cidade.

Iniciado em 2007, em um dos telhados da instituição e no Colégio Jardim São Paulo, ambos na Zona Norte, as hortas são cultivadas sobre telhas em espaços pouco valorizados da metrópole, como lajes, quintais e terrenos de imóveis comerciais e residenciais.

0.0.0_plantando_cidade_6

Avaliação do Usuário

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

000

 

 

 

Quando pensamos em shopping centers, a imagem que vem a cabeça é de um conglomerado de lojas e uma praça de alimentação, provavelmente a melhor parte do shopping. Pois no shopping Namba, localizado no Japão, não é bem assim. Sua arquitetura foge do estereótipo de construção de shopping center e impressiona os visitantes.

Avaliação do Usuário

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Soluções Tecnológicas Sustentáveis em Piso Elevado será o tema da palestra que acontecerá no dia 12 de Setembro na ExpoGBC.


1.1_-_Sistema_Resmater_1

 

Com o objetivo de discutir a importância da aplicação de novas tecnologias e estudos em engenharia para o desenvolvimento de Pisos Elevados que valorizam a construção civil sustentável, o engenheiro de desenvolvimento de produto da Remaster, Ricardo Paschoal ira ministrar a palestra “O Chão que Você Pisa. Soluções Tecnológicas em Piso Elevado”.

 

 

Avaliação do Usuário

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

ECO_Berrini1

 

O Edifício ECO Berrini, localizado em um importante centro empresarial de São Paulo e projetado para ser totalmente sustentável com conceitos que buscam minimizar os danos ambientais, garantiu prêmio à Star Center, empresa especializada em climatização, com sede na cidade de Santo André, no ABC Paulista.

 

 

 

Avaliação do Usuário

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Cpia_de_foto_de_Ricardo_Cardim  O prédio da prefeitura do município de São Paulo se destaca entre os edifícios mais altos no centro velho da metrópole. O motivo é a “floresta suspensa ” que vive em sua cobertura, com árvores de grande porte como várias palmeiras-jerivá (Syagrus romanzoffiana) e até pau-brasil (Caesalpinia echinata) sobressaindo entre outras copas no 14° andar. 

Avaliação do Usuário

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Cpia_de_Aquiles_Sustemtabilidade_2  Sustentabilidade, esta é a palavra de ordem no mundo atual. Diretamente relacionada aos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana, a sustentabilidade anda de braços dados com a arquitetura, que tem como missão, viabilizar de forma correta projetos na área da construção civil. “A sustentabilidade é uma preocupação cada vez maior neste processo. O tema é importante e está ligado diretamente ao design, à arquitetura e à construção de ambientes que aliam conforto, beleza, durabilidade, segurança e utilização de materiais ecologicamente corretos. Tudo isso com objetivo de garantir o bem estar humano em suas múltiplas dimensões”, afirma o arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris. Segundo ele, um empreendimento sustentável tem como base quatro requisitos: ser ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e culturalmente aceito. “O importante é suprir as necessidades da geração presente, sem comprometer as gerações futuras”, diz.

Avaliação do Usuário

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Casa_Cor_sustentabilidade_3

 

  Como reduzir gastos e criar ambientes mais saudáveis sem perder o conforto e o bom gosto? Afinal, sustentabilidade vai além dos conceitos de ecologia e meio ambiente, isto é, refere-se também à saúde, aprazibilidade do espaço, eficiência dos equipamentos instalados, tornando os ambientes ainda mais confortáveis, elegantes e inovadores.

  Com a meta de fazer de Casa Cor 2012 referência mundial em sustentabilidade, nos segmentos de Arquitetura de Interiores, Decoração e Paisagismo, os Grupos Casa Cor e SustentaX uniram-se para disseminar os conceitos e práticas sustentáveis de modo a colocar os arquitetos, paisagistas, decoradores e designers de interiores na vanguarda do tema.

  Assim, desde 2009, Casa Cor e SustentaX atuam conjuntamente.  Os objetivos em 2009 foram introduzir e conscientizar franquias e profissionais sobre o tema sustentabilidade e seus impactos e o de explicar que sustentabilidade pode gerar ambientes elegantes, confortáveis e inovadores, e não rústicos, primitivos ou “efeito floresta” como parte do mercado ainda entende. Em 2010, o desafio foi colocar em prática métricas para avaliação de sustentabilidade, reconhecidas internacionalmente.

Casa_Cor_sustentabilidade_2

            A Casa Cor 2012  deve tornar-se referência mundial em sustentabilidade,               nos segmentos de Arquitetura de Interiores, Decoração e Paisagismo

Avaliação do Usuário

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Construcao_civil_sustentabilidade_home  Um passo relevante para incrementar as práticas de sustentabilidade na construção ocorreu na semana passada. O secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, Bruno Covas (foto abaixo), e o presidente do SindusCon-SP (Sindicato da Construção), Sergio Watanabe, assinaram convênio visando conjugar esforços para consolidar o processo de desenvolvimento sustentável no setor.

  O governo paulista e a construção vão desenvolver ações em favor da gestão sustentável de resíduos das obras. Será estimulada a utilização de recursos naturais de forma sustentável, em especial, o uso de madeira legalizada. E se pretende avançar no incremento de requisitos de sustentabilidade em projetos e obras.

Bruno_Covas_meio_ambiente  Com o objetivo de atender a legislação federal e estadual, será desenvolvido o "Resíduos On Line", um sistema declaratório de resíduos da construção. Municípios, geradores, transportadores e áreas de destinação vão ser cadastrados. Municípios e Estado entrarão com suas informações e os grandes geradores, com seus planos de gestão. Isso permitirá montar indicadores e rastrear a geração, o transporte e a destinação dos rejeitos.

  Para orientar os agentes públicos e privados envolvidos na gestão desses resíduos, serão elaborados folhetos sobre pequenos e grandes geradores, áreas de transbordo e triagem, áreas de destinação e beneficiamento, e transporte. Haverá seminários na capital paulista e nos nove municípios-sede das Regionais do SindusCon-SP no Estado, envolvendo as agências da Cetesb.

  A Secretaria do Meio Ambiente e o Sindus­Con-­SP publicarão as pesquisas conjuntas realizadas sobre a geração de resíduos nos municípios, para orientar gestores municipais e grandes geradores com relação às ações necessárias ao atendimento das legislações federal e estadual.

 Para gestores municipais, pequenos geradores, escolas e profissionais autônomos, haverá treinamentos de educação ambiental na construção. O SindusCon-SP e o Senai-­SP vão produzir um vídeo e gibis aborda ndo temas como preservação de água, energia e recursos naturais na construção, coleta seletiva e destinação correta dos resíduos do setor. 

 Construcao_cicil_residuos

                                         O governo paulista e a construção vão desenvolver ações                                            em favor da gestão sustentável de resíduos das obras

  No tocante ao elo seguinte da cadeia de sustentabilidade, a reciclagem, haverá interação entre o governo e o setor para a elaboração de normas e legislações que incentivem essa prática e o uso de produtos reciclados, bem como promovam a logística reversa na construção.

  Pretende-se propor incentivos para a reciclagem, estimular o uso de agregados feitos com resíduos reciclados, e elaborar normas técnicas que regulamentem sua utilização. O convênio e as ações planejadas mostram quanto se pode avançar na questão da sustentabilidade quando há diálogo entre o governo e os agentes privados.As iniciativas e normas legais resultantes certamente terão sucesso se forem feitas com respeito à viabilidade econômica e ao embasamento técnico.
Imagens: divulgação

 

Publicidade

Newsletters

Cadastre-se e receba  nossas novidades.

Siga-nos

Siga nossas redes sociais

facebook verde twitter verde Instragran verde

Últimas Matérias Publicadas

  • Idealização da Praça Ayrton Senna do Brasil

  • Tendências na arquitetura para lojas de moda

  • CASACOR RS 2017 chega a sua 26ª edição

  • Confira o lindo jardim vertical no interior de São Paulo com GreenWall Ceramic

  • Linha Levve marca presença na Casa Cor SP 2017

  • 1