Garden seat invade a decoração

Avaliação do Usuário

Star ActiveStar ActiveStar ActiveStar ActiveStar Active
 

Comum do outro lado do mundo, o garden seat está ganhando espaço tanto em áreas externas quanto em espaços internos das residências contemporâneas

Garden Seat 3

​Neste projeto assinado pela arquiteta Gláucia Britto, o seat garden faz as vezes de mesa de apoio. Foto: Jomar Bragança

Originário da cultura chinesa, o garden seat é, na tradução literal, um ‘banco de jardim’ que agrega funcionalidade e charme à área de lazer, mas que também vem ganhando espaço em ambientes internos. Essa espécie de tamborete é inusitada e traz um toque especial à decoração.

A arquiteta Gláucia Britto destaca a versatilidade do garden seat: “Pode ser considerada uma peça com mil utilidades na decoração por servir como banco, criado-mudo, mesa de centro, mesa de apoio, pezeiras de cama ou simplesmente como objeto decorativo”.

O ‘banco de jardim’ pode ser encontrado no mercado em diversos materiais. “Eles aparecem em cerâmica, que é o mais tradicional, madeira, fibras de bambu, acrílico, plástico e metal. Essa diversidade de materiais permite que ele seja usado em diferentes estilos de decoração”, explica a arquiteta Estela Netto.

Garden Seat 1

​Varada projetada pela arquiteta Estela Netto, os gardens seats foram usados aqui da maneira tradicional, ou seja, na varanda e no material de cerâmica. Foto: Jomar Bragança  

A profissional acrescenta ainda que o garden seat aparece também em formatos variados. “No que diz respeito ao formato, o garden seat mais comum é o de barril, mas encontramos hoje o abaulado, comprido e até em formato de animais como coruja, elefante, entre outros”.

Gláucia conta como lança mão do garden seat em seus projetos: “No quarto, utilizo como criado-mudo. Uso muito também debaixo do aparador por ser útil quando chega alguma visita. Basta puxar e usar. Outra forma de usá-lo é como apoio para sofá. Já que ele é pequeno, não ocupa lugar e é prático para apoiar um copo, por exemplo”.

Garden Seat 4

​Projeto da arquiteta Gláucia Britto, nessa sala de TV, o garden seat tem função decorativa, de acento e apoio. Foto: Jomar Bragança

Outra forma criativa de empregar essa peça é na mesa de jantar para trazer um ar mais descontraído. “Além disso, como é originalmente indicado para o jardim, o garden seat fica lindo nas varandas sejam elas cobertas ou não. O ideal é que ele seja de louça para ter maior resistência ao sol e à chuva”, salienta a Gláucia.

Garden Seat 2

Projeto Gláucia Britto, garden seat deram um charme extra a área de piscina. Foto: Jomar Bragança

Independente do material, formato ou cor, o garden seat veio para ficar devido às suas qualidades, entre elas, a versatilidade. Seja em áreas internas ou externas, esse pequeno notável compõe a decoração do ambiente com graciosidade.

Mais informações sobre a Arquiteta:

www.glauciabritto.com.br 

 

Adicionar comentário


Código de segurança Gerar novo código
Newsletters

Cadastre-se e receba  nossas novidades.

Siga-nos

Siga nossas redes sociais

facebook verde twitter verde Instragran verde

Últimas Matérias Publicadas

  • O paisagismo em empreendimentos dos novos tempos

  • Fazenda São José há mais de 74 anos é tradição e referência em Decks e Pérgolas

  • Garden seat invade a decoração

  • Vem aí a 3º edição do Congresso Nacional de Paisagismo Online, o Conapa

  • Uma perspectiva otimista para o mercado de paisagismo

  • 1